terça-feira, 7 de outubro de 2008

A Gente Nunca Esquece o Ex

A gente nunca esquece o ex- marido. Seja por que odeia, ou por continuar amando, ou no meu caso pelas boas memórias da vida em comum, 14 anos juntos, e uma frustração por não poder mudar a personalidade dele.
Ele continua sendo o meu melhor amigo. Eu continuo falando com ele tudo o que eu não teria coragem de falar para uma pessoa que não fosse ligada direta a mim pelo sangue.
Ele me conhece o suficiente para entender as minhas fraquezas e os meus receios, o que pode ser uma situação perigosa para mim, por que ele pode usar as minhas palavras como uma arma contra mim. Mas, ele não faz, e se abre da mesma forma comigo, reconhecendo os defeitos dele e o efeito que causa na minha vida, na dele e das pessoas em volta dele.
A relação do G com namorada me parece uma relação sólida que vai durar alguns anos, mas não para sempre.
O nascimento da criança mesmo não sendo dele, vai influenciar de maneira positiva a relação dos dois. Se vai durar para sempre? Eu sicenramente não acredito que dure. O temperamento dele vai quebrar a harmonia em algum ponto da relação, e com a criança talvez a M com um instinto de proteção se sinta ameaçada ao ponto de deixa-lo. Por outro lado, ela talvez fique com medo de enfrentar o mundo sózinha com uma criança e se acomode numa relação de submissão por parte dela.
Não sei. De qualquer forma, o que interessa para mim é sair dessa relação e seguir com a minha vida sem o G.

10 comentários:

TODO NOSSO disse...

Amiga,eu e sérgio somos separados,meu ex,era ciumento,nao me apoiava am algumas ideias,e qdo bebia me xingava,ta,se arrependeu,perdoei,mas nao somos amigos,ele nao qer,pq tem ciumes de mim, a ex do sergio,dificulta tudo,nao qer assinar a separação,eu ja estou solteira,e sergio nao sabe lidar,ela vai nacasa del,pede pra voltar,mesmo sabendo q ele nao a ama,q ama a mim,ela fala perto dos flhos,q mudou e tal,a mulher entrou numa religiao q nao pode nem raspar as pernas,pensa,pra um historiador,critico como ele,conviver com uma pessoa assim,tao ignorante,e a bruaca nao percebe...estou é cansada dessa mulher,atrapalhar tanto,e eu moro longe dele,tenho mais uma no de universidade,para depois ficarmos juntos,mas nao está facil,mas vamos superar,ele tem q falar com ela de modo mais curto e grosso,pq com educação,nao ta dando certo...e vc,amiga,siga sua vida,acho q essa amizade demais,atrapalha vc,te amarra,pra ser amiga de ex,só se vc tiver muito segura do q qer e se tiver muito feliz mesmo,ou sozinha ou acompanhada,pq da maneira q vcs estao,vcs ficam fragilizados e podem se envolver,se magoar de novo,ou qm sabe nao,qm sabe da certo agora?nao sei,mas se estiver confusa,acho q deveria seguir seu rumo,sem ele perto,pense nisso!!!olhe para os lados,para cima...bjss Lane*

Lisa disse...

Que chato, eu pensei que voces finalmente tinham superado todos os problemas e finalmente estavam morando juntos!!!!!!
Lidar com uma pessoa ignorante como ela deve ser duro para o Sergio. Eu nao me lembro como o divorcio funciona no Brasil, voce tinha que se separar por uns anos e depois e' que voce pode pedir o divorcio, nao e'?
Na epoca da minha separaçao, o G sumiu por 6 meses, porque ele nao queria assinar os papeis. Ai eu publiquei num jornal oficial o pedido de divorcio (aqui voce publica e se ele nao desse as caras o Juiz me daria o divorcio depois de 3 meses eu ficaria com todos os bens so para mim). Mas ele apareceu e contestou o divorcio, e a partir dai ficou fazendo joguinhos infernizando a minha vida. Ele hoje reconhece que foi desonesto durante o divorcio.
Uma coisa que sempre fascinou ele na minha personalidade, e' o quanto eu sou segura de mim mesma e o quanto eu sou realista.
Quando eu entrei com o pedido de divorcio, eu nao me conformava com o fato de que o casamento nao tinha dado certo, mas sabia que eu tinha feito de tudo para consertar a relaçao e nao havia funcionado e que era hora de dizer adeus (foi a segunda vez na minha vida, que mesmo amando eu tinha que terminar a relaçao para que eu nao me machucasse mais). Ele nao se conformava, que eu pedi o divorcio mas nao fez nada para me reconquistar.
O Sergio tem que ser frio e realista. Ele tem que dar um basta, se nao vai acabar desgastando a relacao de voces.
Puxa, que situaçao chata. Eu pelo menos ainda nao quero outro homem na minha vida. E o G esta mais facil de lidar desde que o nene nasceu.
Quanto a nossa amizade, nao se preocupe eu nunca estive tao bem. Nao quero ele de volta como amante ou marido. E ele esta numa relaçao muito forte com a namorada, eu nao me iludo e nem tenho porque me iludir. Mas e' engraçado ouvir ele falando no telefone com o pai da namorada dele e ele se referindo a mim como "a minha esposa...". Eu nunca mais me referi a pessoa dele como "meu marido", eu sempre digo ex ou digo a pessoa com que eu divido a casa onde moro. Eu nem tenho atraçao sexual por ele mais. Gozado ne'? Como tudo muda com o tempo.

Beijao querida estou torcendo para que tudo de certo com voces.

Lisa

Anônimo disse...

estou vivendo um dilema o pai da minha filha quer se separa nossa relação nao é mais como antes , mais nem um de nois dois temos condições de viver em casas separa e nem voltar para a casa dos nosso pais .
eu não sei o que fazer ,convercei com algumas pessoas sobre eu e ele viver na mesma casa ( pois seria bom para minha filha que tem 7 anos já que ela ama o pai demais ) mais so ouvi criticas , falam que isso vai prejudicar a menina , não sei o que fazer,por favor algem que já viveu um caso como este poderia me dar uma opinião sobre vo caso , obrigado neia

Lisa disse...

Neia,
O problema e' que se a relação de voces esta mal (com brigas) isso so' vai trazer problemas para a sua filha.
Eu estou nessa situação com o meu ex mas não tenho filhos, então a vida na mesma casa e' suportavel porque se eu me aborreço pego minhas coisas e vou passar uns dias na casa de alguem.
Ele arrumou uma namorada e queria ter a menina na nossa casa o tempo todo!!!!!
Eu me impus e não deixei que isso acontecesse.
Imagina voce se o seu marido começa a trazer mulher em casa, o que voce vai fazer para proteger a sua filha.
Não vale a pena tentar salvar o casamento por causa de filhos, acho que as vezes e' melhor se separar.
Agora se voces não tem condições financeiras para bancar a separação, o melhor e' sentar e ter uma conversa com o seu marido impondo condições. Condições do tipo:
- não trazer amigas dele na casa.
- Combinar de passar o fim de semana fora no caso de voce ou ele quizer trazer alguem especial em casa. Coisas assim.

REGRAS DE CONVIVENCIA DE MANEIRA ADULTA E RACIONAL PARA O BENEFICIO DE VOCES E DA CRIANÇA.

Não e' facil, mas se ele tiver um pouco de caracter ele vai aceitar, agora se ele e' um mal caracter

---CAI FORA, TIRA A SUA FILHA DESSA SITUAÇÃO!!!!!-----

Me conte o que voce decidiu.

beijão e boa sorte.

lisa

Anônimo disse...

Querida,

Quero me separar mais não tenho condições de bancar uma casa separada,então tenho que continuar morando junto com ele até conseguir condições para sair. será que mesmo nessa situação posso pedir a separação legalmente?
Me ajude pls.

Grata

Lisa disse...

Acho que sim. Eu estou nos EUA, quando meu divorcio foi finalizado, o G e eu estavamos morando na mesma casa e ate fomos no mesmo carro para a finalizacao.
Nao sei se ai no Brasil voce precisa estar separada fisicamente do seu marido.
boa sorte.

Lisa

Tha disse...

Achei que eu era a única mortal em processo de separação morando junto com ex-marido - espero sair logo dessa, tô de saco cheio. Que alívio, meu Deus! Acho que agora acho até um pouco cômico tudo isso (risos).
Lisa, este blog é pura coragem.
Um grande abraço!

Anônimo disse...

MORO E TRABALHO COM MEU EX COMPANHEIRO, SE É QUE UM DIA ELE FOI COMPANHEIRO, APÓS 20 ANOS E DUAS FILHAS, CANSEI! MAS, MORAMOS E TRABALHAMOS NO MESMO LUGAR. SOLUÇÃO, QDO ELE ESTÁ EM CASA EU ESTOU NA RUA E NO TRABALHO SÓ FALO O NECESSÁRIO, NÃO VAMOS OU VOLTAMOS JUNTOS, NÃO ALMOÇAMOS JUNTOS, NÃO FAZEMOS NADA JUNTOS, MAL NOS OLHAMOS TAL É O MAL QUE UM FAZ PARA O OUTRO.

Anônimo disse...

Estou na mesma situação..meu divorcio saiu, mas ele ainda mora comigo..mas esta cada dia mais complicado..ele nao sabe as regras de boa convivência e todos os dias minha filha de 3 anos nos ve discutindo por algo...

Anônimo disse...

Continuando...ele não aceita o fato de ter me perdido..mas é doente de ciumes e aguentei 14 anos, nem sei como..mas agora quero virar essa pagina..moramos num apartamento nosso, mas ele tem que sair, já pedi várias vezes, e ele diz que devemos tentar de novo...nunca mais queri tentar nada com ele...quando ele fica zangado fala coisas que ofendem...e pensa que ainda sou sua mulher...pior é que trabalhamos no mesmo orgão público.....e todo mundo ou conheçe a gente, ou conheçe o ciumes dele..muito complicado..minha pressão alta sempre sobe quando temos conflitos..é horrível esta situaçāo...

Anna